A leitura é um testemunho oral da palavra escrita.

BD MANIA

A MINHA BIBLIOTECA DE BANDA DESENHADA

JOSÉ SARAMAGO

O Nosso Nobel

A MINHA LISTA DE DESEJOS

De preferência os livros do Arturo Perez-Reverte em português please

AS CRÓNICAS DE GELO E FOGO

As Capas dos 10 livros editados

EM MODO LEITURA

Acácia Outras Terras

31/10/2011

Aprendiz de Assassino



Fiquei maravilhado com a história contada por Hobb (uma escritora de grande talento), pela forma como ela é descrita, pela diversidade dos personagens, pela envolvência do mundo criado, e pela grande densidade dramática da própria história.
Este é um livro que se lê de um sopro, mas atenção que não é uma leitura fácil, já que requer que nos embrenhemos neste mundo criado por Hobb.
Mais uma Saga que terei de comprar os livros seguintes, porque a história de Fitz ou o "Rapaz" é algo que nos fica na memória e que queremos acompanhar.

Sinopse

O início de uma das sagas mais apaixonantes da fantasia moderna.
O jovem Fitz é filho bastardo do nobre Príncipe Cavalaria e cresce na corte do Rei Sagaz. Marginalizado por todos, o rapaz refugia-se nos estábulos reais, mas cedo o seu sangue revela o Talento mágico e, por ordens do rei, é secretamente iniciado nas temidas artes do assassino. Quando salteadores bárbaros atacam as costas, Fitz enfrenta a sua primeira e perigosa missão que o lançará num ninho de intrigas. E embora alguns o encarem como uma ameaça ao trono, talvez ele seja a chave para a sobrevivência do reino. Com uma narrativa povoada de encantamentos, heroísmo e desonra, paixão e aventura, o Aprendiz de Assassino inicia um das séries mais bem-amadas da fantasia épica.

"Um livro maravilhoso, escrito por uma autora no auge das suas capacidades"   - J.V.Jones
"Hobb é uma notável contadora de histórias" - Guardian
" Uma estreia brilhante" - Publishees Weekly
" Hobb pertence ao panteão dos maiores escritores modernos de fantasia" - The Times


CLASSIFICAÇÃO DAS LEITURAS...
8-Excelente
Título
APRENDIZ DE ASSASSINO
Saga
A Saga do Assassino
Tema
Fantástico
Editora
Saída de Emergência
Autor
Páginas
382
Data de Leitura
28/10/2011

23/10/2011

Barcelona


Após uma semana afastado do blog, principalmente por afazeres profissionais, que nesta altura do ano não permitem pensar muito mais do que em trabalho, quero partilhar o que de bom por vezes tem o trabalho e neste caso foi a minha recente visita a Barcelona.
Nesta visita vieram-me à memória principalmente um livro que li à perto de 20 anos, que foi a Cidade dos Prodígios de Eduardo Mendoza e a Catedral do Mar de Ildefonso Falcones, de quem li muito recentemente A Mão de Fátima, mas o autor que mais me faz recordar Barcelona é Manuel Vazquez Montalban e o seu extraordinário personagem que é Pepe de Carvalho, de quem espero falar por aqui um destes dias.
Barcelona é uma cidade com uma história, absolutamente arrebatadora e onde a cada esquina temos um marco histórico, a visita não deu para muito, mas pelo menos deu para perceber um pouco da vida nocturna, já que durante o dia, temos que trabalhar.

20/10/2011

George R. R. Martin em Portugal



Ora aí temos a mais recente informação sobre George R.R. Martin, o escritor vai deslocar-se a Portugal no próximo mês de Abril, onde com toda a certeza nos presenteará com algumas das suas excelentes palestras e conversas.
Cusquei esta notícia no blog do português do Games of Thrones que, como é normal deu a informação em primeira mão do site oficial de GRRM.

17/10/2011

A Guerra dos Tronos na SyFy Portugal


Vai estrear hoje às 22.15h, o tão esperado "Guerra dos Tronos", na SyFy Portugal!!! Não percam uma das séries televisivas que mais sensação causou.
São 10 episódios referentes aos 2 primeiros livros das Crónicas de Gelo e Fogo de George R. R. Martin!
Já vi os 5 primeiros e posso-vos dizer que são extremamente fiéis aos livros, a não perder.

15/10/2011

45 days book challenge - Dia 15 – Hilariante




O primeiro livro de Tom Sharpe de um personagem que me enche as medidas, de seu nome "WILT", no livro do mesmo nome e que já aqui fiz um post, de um dos mais recentes "episódios" de Wilt.

14/10/2011

Quatro últimas Coisas (As)


Iniciei este As quatro últimas Coisas logo que terminei, O Braço Esquerdo de Deus, já que a escrita de Paul Hoffman, me surpreendeu e tendo o livro em casa, não consegui esperar para saber qual o destino de Cale, o principal personagem desta saga, um jovem de 15 anos.


O segundo livro consegue ser melhor que o primeiro, já que nos transmite a imagem do que é o Mundo de Cale, um mundo só com Homens (não existem ogres, ou elfos e/ou outras espécies) um Mundo em que a religião, é o fio condutor da história. Mas desenganem-se se esperam um livro religioso, não, este é um livro de guerra pelo poder e o meio para o atingir é a religião.

Vou aguardar impacientemente o 3º volume desta trilogia, que me surpreendeu.




Sinopse

Morte, Juízo, Paraíso e Inferno. 
As Quatro Últimas Coisas que nos reserva o Destino. 
Agora há uma Quinta. O Seu Nome é Thomas Cale. 
De regresso ao Santuário dos Redentores, Thomas Cale parece aceitar o papel que lhe é atribuído: o destino escolheu-o como o Braço Esquerdo de Deus, o Anjo da Morte. O poder absoluto está agora ao seu alcance; o terrível zelo e domínio militar dos Redentores é uma arma nas suas mãos hábeis e prontas para cumprir o objetivo supremo da Única e Verdadeira Fé – a destruição da Humanidade. Mas talvez o sombrio poder dos Redentores sobre Cale não seja suficiente – ele vai do amor ao ódio num abrir e fechar de olhos, da bondade à mais brutal violência num segundo. A aniquilação que os Redentores procuram pode estar nas mãos de Cale – mas a sua alma é muito mais estranha do que alguma vez poderão imaginar…

CLASSIFICAÇÃO DAS LEITURAS...
8-Excelente

Título
AS QUATRO ÚLTIMAS COISAS
Saga
2º livro da Trilogia
Tema
Fantástico
Editora
Porto Editora
Autor
Páginas
360
Data de Leitura
09/10/2011
ISBN
978 972 0 04559 1

12/10/2011

Corsários do Levante


Quase todos os livros de Pérez-Reverte me fazem sonhar, e os 6 livros já editados em Portugal do Capitão Alatriste, neste caso estamos a acompanhar a edição espanhola, por isso aqui ficam os parabéns à ASA, e como dizia, o Capitão Alatriste mais que todos, faz-me sonhar.
Alatriste é um soldado da Espanha católica, profundamente católica, no tempo dos Filipes (os mesmos de Portugal), e que dá guerra a meia Europa e ainda aos "turcos".
A escrita de Reverte fascina-me, as emoções, os sentimentos, e a crueza da vida é descrita de uma forma elaborada que nos deixa literalmente no meio da acção, e ainda o contexto histórico, onde Reverte demonstra a sua faceta de jornalista e estudioso, conseguindo transmitir todo o ambiente da época.
Quando termino a leitura de Alatriste, fico sempre a pensar o quanto Alatriste rima com triste, porque o capitão é um personagem triste é um personagem, que acima de tudo preza a honra e o rei, mas a honra e o rei não lhe dão nada em troca. 
A mim Alatriste faz-me sonhar...

Sinopse
Durante quase dois anos servi com o capitão Alatriste nas galés de Nápoles. Por isso falarei agora de escaramuças, corsários, abordagens, matanças e saques. Assim vossas mercês saberão como era respeitado, temido e odiado o nome da minha pátria também nos mares do Levante.
Perseguições e batalhas navais um pouco por todo o Levante, perigosos galanteios em Nápoles, a luta contra os Turcos e saques no Chipre marcam a nova aventura do capitão Alatriste nas turbulentas águas do Mediterrâneo do século XVII.




CLASSIFICAÇÃO DAS LEITURAS...
10-São estes os livros que nos fazem sonhar...

Título
CORSÁRIOS DO LEVANTE
Saga
As Aventuras do Capitão Alatriste
Tema
Romance 
Editora
Asa
Autor
Páginas
247
Data de Leitura
12/11/2010

11/10/2011

Ken Follett


Ken Follett

Nasceu a 5 de Junho de 1949, em Cardiff, Wales. Formado em filosofia, é um autor de grande sucesso, que vê os seus livros darem regularmente origem a filmes ou séries televisivas. A sua primeira obra foi publicada em 1978 sob o título Eye of the Needle, um thriller que venceu o Edgar Award e deu origem a um filme. O seu próximo projeto será a muito aguardada sequela de Os Pilares da Terra. O espólio de Ken Follet está armazenado numa coleção exposta na Saginaw Valley State University, nos Estados Unidos e inclui notas, esboços, manuscritos e correspondência. Follett é um grande apreciador de Shakeaspere e um músico amador.


Fonte : WOOK


Posts no AS MINHAS LEITURAS

10/10/2011

Chave para Rebecca (A)



Este foi o primeiro livro que li de Ken Follett, e quando a expectativa é grande, já que a critica sobre este autor é muito boa,  a leitura por vezes torna-se uma pequena decepção, porque o livro não tem correspondência com o que se espera, e foi precisamente o que me aconteceu com este livro.
Não quero com isto dizer que não é um bom livro, longe disso, até porque a história está muito bem contada, com a acção a desenrolar-se a um ritmo vertiginoso, com personagens bem caracterizadas, no entanto, falta-lhe aquele toque de asa...


Sinopse
Norte de África, Verão de 1942. Rommel parece imbatível: as suas armas secretas são Alex Wolff, espião exímio , e um código fatal enterrado nas páginas do romance de Daphne de Maurier, Rebecca. Wolf cruza o Sara escaldante e entra no Cairo para roubar os planos militares britânicos. O major Vandam, no seu encalço, encarrega a encantadora Elene de o seduzir. À medida que as tropas de Rommel se aproximam da vitória, a perseguição desenrola-se no deserto até chegar a um confronto impressionante e explosivo.
CLASSIFICAÇÃO DAS LEITURAS...
7-Muito Bom
Título
A CHAVE PARA REBECCA
Saga

Tema
Romance
Editora
Círculo de Leitores
Autor
Páginas
396
Data de Leitura
26/07/2010

07/10/2011

Júlia Navarro

JULIA NAVARRO


É jornalista nascida em Madrid em 1953 e trabalhou ao longo da sua carreira na imprensa escrita, na rádio e na televisão. Autora das obras de actualidade política Nosotros, la transición; Entre Felipe y Aznar; La izquierda que viene eSeñora presidenta, obteve um enorme sucesso com o seu primeiro romance, A Irmandade do Santo Sudário (Gótica, 2004), e alcançou os primeiros lugares de vendas um pouco por todo o mundo. Com o seu segundo romance, A Bíblia de Barro (Gótica, 2005), confirmou o seu êxito junto do público e da crítica. Estes dois títulos venderam até à data mais de dois milhões de exemplares em todo o mundo, e foram publicados em mais de vinte e cinco países, entre eles, Itália, Alemanha, Portugal, Rússia, Coreia, Japão, China, Reino Unido ou os Estados Unidos.

Os seus romances mereceram os mais conceituados galardões: Premio Qué Leer para o melhor romance espanhol de 2004, VIII Premio dos Lectores de Crisol, Premio Ciudad de Cartagena 2004, Premio Pluma de Plata de la Feria del Libro de Bilbao 2005, Premio Protagonistas de Literatura e Premio Más Que Música de los Libros 2006. Os direitos de adaptação cinematográfica de A Irmandade do Santo Sudário já foram vendidos e, neste momento, a sua adaptação ao cinema encontra-se em fase de produção.

Fonte: WOOK

Posts no AS MINHAS LEITURAS

06/10/2011

Booking Through Thursday 06/10



O tema desta Quinta-feira: ESTRANHO
  1. What’s the oddest book you’ve ever read?
  2. Did you like it? Hate it? Did it make you think?

"Meu nome é Albert DeSalvo e sou o Estrangulador de Boston": assim começa um dos livros mais estranhos que li, este diário de um louco que trucidou 37 vítimas. Intoxicou pai e mãe com gás, atirou os filhos de um despenhadeiro no litoral da Nova Inglaterra, e depois quando se sente encurralado, finge que não matou ninguém. Finge que está em Boston, quando provavelmente está em Barcelona. Finge, finge, finge...

Este é um dos mais enigmáticos livros de Manuel Vázquez Montalbán, mas também uma extraordinária crítica social.
E o livro é "O Estrangulador".

05/10/2011

Sangue dos inocentes (O)

A forma como Júlia Navarro aborda os fanatismos ao longo da história, agregando 3 épocas completamente distintas, sem nunca perder o fio condutor da narração é simplesmente fabuloso. Este é um livro que não se deve perder.

Sinopse
Sou espião e tenho medo... 
Assim começa a crónica escrita por Frei Julián no século XIII sobre o cruel cerco a Montségur e a luta entre cátaros e católicos. Séculos depois, em 1939, um medievalista agnóstico empreende uma perigosa viagem por uma Berlim nazi, em busca da mulher de origem judia. Nos dias de hoje, um grupo de muçulmanos radicais imola-se em Frankfurt e deixa atrás de si uma mensagem críptica que coloca em estado de alerta o Centro Antiterrorista da União Europeia, cujos agentes — com o auxílio dos serviços secretos do Vaticano — tentam desvendar um enigma que parece unir a intolerância da Inquisição, o despotismo fascista e o integralismo islâmico numa só frase: «Um dia, alguém vingará o sangue dos inocentes.» 
Um muçulmano capturado por uma célula terrorista, um jesuíta especializado na heresia, um conde francês obcecado por uma dramática herança familiar, um homem misterioso — o Facilitador — que na sombra manipula os fios do poder, bem como uma intrépida jovem dos serviços antiterroristas protagonizam este livro apaixonante acerca de vingança e traição, com o violento conflito entre Oriente e Ocidente como pano de fundo. 
No seu romance mais amadurecido e ambicioso, Julia Navarro surpreende-nos com uma aventura vertiginosa que nos transporta a lugares como Jerusalém, Granada, Roma ou Istambul, e tenta aprofundar as causas do fanatismo religioso e a intolerância ao longo dos séculos.
CLASSIFICAÇÃO DAS LEITURAS...
8-Excelente

Título
O SANGUE DOS INOCENTES
Saga

Tema
Romance Histórico
Editora
Círculo de Leitores
Autor
Páginas
598
Data de Leitura
10/08/2010
ISBN
978 972 42 4155 5

04/10/2011

João Paulo Oliveira e Costa

João Paulo Oliveira e Costa


Doutorado em História, é professor catedrático da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, ocupando também o cargo de director do Centro de História de Além-Mar.
Com um vasto currículo com investigador, dirige duas revistas científicas internacionais, ambas classificadas no «European Reference Índex for Humanities»: os «Anais de História de Além-Mar» (CHAM, anual) e o «Bullletin of Portuguese Japanese Studies (CHAM, semestral)».
Autor de diversas obras de ensaio e biografias históricas, sobretudo sobre o período das Descobertas, e estreou-se na ficção em 2008 com o romance histórico «O Império dos Pardais». Em 2010 publicou o romance «O Fio do Tempo».
Fonte: Pedro Almeida Vieira
Posts no AS MINHAS LEITURAS

03/10/2011

Fio do Tempo (O)


Este é um bom exemplo de um romance histórico e principalmente um romance histórico da nossa história,  onde João Paulo Oliveira e Costa consegue apenas num livro, apresentar-nos, em forma de romance a história portuguesa do séc. XV.
Por vezes dizemos que "a vida de alguém dava um livro", pois bem foi isso que pensou o autor e em boa hora o fez, e melhor ainda, já que oferece-nos uma perspectiva histórica do século maior da nossa história, o século dos Descobrimentos, através dos olhos de D. Álvaro de Ataíde.
Este é um livro que se lê muito bem, a história é simples e contada num ritmo que não permite descanso e está muito bem estruturada, já que à medida dos pensamentos de D. Álvaro, somos levados por flash backs para diversos pontos do século, e ficamos a conhecer não só o papel desempenhado por D. Álvaro nos principais acontecimentos, como igualmente acompanhamos a sua extraordinária vida pessoal.


Sinopse
4 de Outubro de 1500. Um homem contempla Lisboa à janela dos seus aposentos, no paço da Alcáçova. Tem 101 anos, e é o último conquistador de Ceuta vivo. Enquanto aguarda a inevitável visita da morte, D. Álvaro de Ataíde recorda a sua vida aventurosa: servidor da Casa de Viseu, conquistou Ceuta, lutou na Guerra dos Cem Anos, foi campeão de justas e torneios, sofreu em Tânger, ajudou a criar as caravelas, visitou a Guiné, ganhou fama na Borgonha, esteve em Alfarrobeira, na tomada de Arzila e na batalha de Toro. Conselheiro de reis e de duques, assistiu às lutas políticas e às tragédias do século XV português; viu a sua Casa ascender com D. Henrique e D. Fernando, cair em desgraça com D. Diogo, para finalmente subir ao trono com D. Manuel. Assistiu ao novo rumo que o destino de Portugal tomava, mudanças que o seu escravo, um guinéu que se entregava à prática da feitiçaria, acreditava terem acontecido graças à maldição que lançara sobre el-rei de Portugal.


CLASSIFICAÇÃO DAS LEITURAS...
7-Muito Bom
Título
O FIO DO TEMPO 
Saga

Tema
Romance 
Editora
Círculo de Leitores
Autor
Páginas
348
Data de Leitura
29/12/2010

02/10/2011

45 days book challenge - Dia 14 – Livro comovente


Dos mais recentes que li, foi a “Praia da Saudade” de Francisco Salgueiro, soberbo e já partilhei as minhas sensações aqui.

01/10/2011

45 days book challenge - Dia 13 – Sequela que nunca devia ter sido impressa


Dos muitos livros que li nos últimos anos, aquele que mais me desiludiu foi o "Amanhecer" o último livro da Saga da Stephenie Meyer. Não foi tanto a história em si, foi o final que mais me desiludiu, porque afinal aquilo era um conto de fadas, onde os maus morrem todos e os bons casam-se e vivem felizes para sempre (literalmente)...